Viação São João Batista - Mobilidade Fluminense

Ir para o conteúdo

Menu principal:

 

Viação São João Batista

Quem hoje vê a Nossa Senhora da Penha rodando entre Nova Iguaçu e a Penha, desconhece que antes do azul-e-vermelho iguaçuano “desfilar” na Marechal Alencastro e no bairro de Rocha Miranda, onde as ruas tem nome de pedras preciosas, desfilava uma outra iguaçuana cujas cores eram verde, amarelo e detalhes em vermelho. Era a Viação São João Batista
Em 1955, ela operava Penha x Nova Iguaçu, com 19 ônibus, numerados de 1 à 19, sendo que o 12, era um lotação com “chassi esticado” para ônibus (ou seja, com motor externo) e todos os outros eram carrocerias Bons Amigos, com buzina a ar, no teto. Em outras palavras foi empresa, pela discrição, que começou bem na parada com veículos zero e modelos tipo rodoviário, de uma porta.

A São João Batista operava somente a linha 551L, que ligava a Nova Iguaçu ao bairro da Zona Norte. Operavam com uma frota diversificada: Caio Gabriela e Metropolitanas encarroçado sob o chassi MBB OH 1313.
Sua garagem era em Nova Iguaçu, na avenida onde todas as empresas de Nova Iguaçu, tinham garagem, na Avenida Nilo Peçanha, 133.
No fim de sua existência, o verde-oliva predominou nas carrocerias dos monoblocos mercedes-benz O-364 e na dos Gabrielas. O vermelho permaneceu apenas no nome da empresa.
Depois de alguns anos, lá pela década de 70/80, teve outras linhas, entre elas a 737L, entre Belford Roxo x Engenho de Dentro. Até 1983, ela faliu e sua principal linha foi para a Viação Nossa Senhora da Penha Ltda e a 737L, em questão, para a Expresso Pégaso Ltda, com o registro da São João Batista, RJ 198, porém administrada pela N.S. da Penha – inclusive com seus motoristas e cobradores operando os carros com bandeira Pégaso.
No final do mesmo ano a linha foi encurtada até Deodoro e a linha 543L teve a variante “Via Engenho de Dentro”, criada. No final de 1992, a Pégaso, ganhou a concessão da 460S – Itaguaí x Barra da Tijuca, transferindo a 737L e seus carros para a N.S. da Penha e ficando apenas com a linha de Itaguaí.
E hoje, quem vê a “flecha azul -e-vermelha” fazendo seu pit-stop em frente ao Shopping Penha, relembra ou apenas desconhece seus dias de “João Batista”.

Comentários

1 comentário

 
José Gusmão
2018-02-11 17:16:33
Este numero do antigo endereço estaria certo? pois 133 fica colado ao calçadão de nova Iguaçu. Não seria a garagem nessa avenida citada mais bem próxima a via Dutra?
Faltou citar que a São joão Batista depois teve sua garagem em Mesquita onde hoje em dia pertence a Vila Rica
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal